Campanha de Obama ganha principais prêmios em Cannes

* Fonte: Jornalirismo (www.jornalirismo.com.br)

A propaganda mundial também se rendeu ao apelo da mudança, e a campanha de Barack Obama à Presidência dos Estados Unidos foi a grande vencedora do 56º Festival Internacional de Publicidade de Cannes, o maior e mais importante da propaganda no mundo. “Obama for America” (Obama pela América), baseada no mote da mudança e da esperança, conquistou o título de melhor campanha, vencendo o Grand Prix (Grande Prêmio) nas principais categorias em Cannes: Titanium (para as grandes ideias) e Integrated (para o uso articulado de múltiplas mídias, tevê, rádio, jornal, Internet, telefone móvel etc.). Sob o comando geral de David Plouffe, um dos palestrantes este ano, em Cannes, e a coordenação de novas mídias de Chris Hughes, um dos criadores do site de relacionamentos Facebook, a campanha de Obama à Presidência soube conversar com todos os públicos, fazendo uso inédito das novas tecnologias. Por isso, Obama pode ser considerado o primeiro político 2.0 da história. Para conquistar doações e eleitores, esteve presente em todos os meios possíveis, potencializando a oportunidade de diálogo e relacionamento proporcionado pela Internet. Foi o endereço eletrônico da campanha de Obama na Internet, aliás, um dos principais centros de arrecadação de recursos, com possibilidade de doação online pelo simpatizante, como numa loja virtual. O então candidato democrata fez, também, uso intensivo de marketing político nas redes sociais virtuais. Manteve perfis nos principais sites de relacionamento, como o Facebook e o MySpace, estabelecendo uma conversa direta e personalizada com todos os públicos, negros, latinos, gays, ambientalistas, religiosos, mulheres etc. A exploração inovadora das novas mídias, naturalmente dominadas pelo público mais jovem, resultou numa aproximação de Obama com o novo eleitor norte-americano, gerando identificação e, principalmente, mobilização. Cannes colocou o marketing político no mainstream, elevando-o. E ano que vem tem eleições no Brasil. O marketing político, por aqui, vive um desprestígio, desde as denúncias envolvendo o marqueteiro Duda Mendonça. Mas Obama e sua campanha mostraram um novo caminho, marcado pelo diálogo franco e direto, transparente, como todo mundo quer.

Veja resumo da campanha abaixo:

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário