Unhate

A Benetton (http://www.benetton.com/) apresenta mais uma campanha com sua característica maneira polêmica de se comunicar e protestar contra causas de cunho social. Intitulada "Unhate", que significa "Não odeie", é mais que uma simples campanha publicitária, é um projeto social que tem como objetivo fazer uma chamada de atenção global para temas como a proximidade entre os povos, crenças, culturas e a compreensão pacífica entre todos eles.
O tema central da campanha é o beijo, símbolo universal do amor, protagonizado entre líderes políticos e religiosos. São imagens simbólicas de reconciliação, com um toque de esperança irônica e provocação construtiva, para solicitar uma reflexão sobre como a política, a religião e as ideias, mesmo que diferentes e contrapostas, devem levar ao diálogo e à reflexão.
A campanha mundial de comunicação "Unhate" é a primeira iniciativa da recém-constituída Fundação Unhate (http://unhate.benetton.com/), que foi apresentada mundialmente por Alessandro Benetton, vice-presidente executivo do Benetton Group.
Papa Bento XVI e Ahmed Mohamed el-Tayeb, imã da mesquita de Al Azhar no Cairo

Presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, e o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu

Kim Jong-il, líder supremo da Coréia do Norte, e Lee Myung-Bak, presidente da Coréia do Sul

Barack Obama, presidente dos EUA, e Hugo Chavez, presidente da Venezuela

Angela Merkel, chanceler da Alemanha, e Nicolas Sarkozy, presidente da França

O presidente americano Barack Obama e o líder chinês Hu Jintao

Ação com projeção na fachada da loja de Milão

Ação com projeção na fachada da loja de Milão

Ação promocional em Nova York

Ação promocional em Paris

Ação promocional em Paris

Mídia outdoor

Mídia outdoor

Alessandro Benetton

Alessandro Benetton:

“Se o amor global continua a ser uma utopia ainda que compartilhável, o convite a ‘não odiar’, a opor-se contra a ‘cultura do ódio’, representa um objectivo ambicioso, mas realista – explica Alessandro Benetton. Com esta campanha decidimos dar visibilidade mundial a uma importante ideia de tolerância, para convidar os cidadãos de todos os países, num momento histórico de grandes turbulências e não menores esperanças, a reflectir sobre como o ódio nasce, sobretudo, do ‘medo do outro’ e do que não se conhece. A nossa campanha é universal e utiliza instrumentos como a web, o mundo dos media e das redes sociais e a imaginação artística. É também única porque chama para a açcão aqueles a quem se dirige, ou seja, os cidadãos do mundo. Ao mesmo tempo, insere-se plenamente nos valores e na história da Benetton que – escolhendo temas sociais e promovendo activamente causas humanitárias que, contrariamente, não teriam tido a possibilidade de serem comunicadas em escala global – deu sentido e valor à própria marca, construindo um diálogo duradouro com as pessoas do mundo.”

Veja abaixo o filme oficial da campanha:

video